Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Coluna: A mulher na política brasileira
Valério Sobral   
Seg, 08 de Março de 2010 12:19
COMPARTILHAR

A força que a mulher tem na política brasileira é grande, capaz de fazer transformações significativas e elas têm feito. O eleitorado feminino é maioria. O engajamento da mulher na vida política do Brasil e do mundo demonstra a capacidade delas no comando de um cargo público. Mesmo com a lei que obriga os partidos a estabelecerem cota mínima de 30% de participação de mulheres candidatas em eleições proporcionais, a participação da mulher na política ainda é tímida. Faltam incentivos para que a mulher esteja engajada no cenário político.


O Brasil tem 5.565 municípios, na última eleição, apenas 6.498 vereadoras foram eleitas e 503 prefeitas eleitas ou reeleitas. Nas Assembleias Legislativas são 106 deputadas. Dos 27 Estados da Federação, apenas quatro são governados por mulheres: O Maranhão, Rio Grande do Sul, Pará e o Rio Grande do Norte. No âmbito federal elas marcam presença, com força para fazer o diferencial. O Senado tem 81 senadores, 11 são mulheres. Na Câmara federal dos 513 deputados, 45 são mulheres.


Com o direito a votar – o que veio tardio – a mulher conquista a cada momento novos setores e na vida política tem contribuído muito para um Ceará e um Brasil melhor. A prova disso são as cidades e capitais que são ou que foram administradas por mulheres competentes e determinadas; sejam como secretárias, vereadoras, prefeitas, deputadas, senadoras, governadoras ou ministras.


A mulher precisa de mais espaço na política para que ressalte o potencial que ela tem na sociedade. Só assim, será capaz de termos uma sociedade justa e igualitária. A mulher tem determinação e não deixa se abater com obstáculos que o dia a dia impõe, são mulheres assim, de fibra, coragem, vontade, sonhos, esperanças e capacidade para lutar por uma sociedade onde todos tenham oportunidades iguais e com históricos de perseverança que serão homenageadas neste blog hoje no Dia Internacional da Mulher.


Veja Alguns Exemplos
MARTA SUPLICY - ex-prefeita de São Paulo, ex-ministra do Turismo, sua administração revolucionou o social, a educação e o transporte coletivo; É autora da lei que obrigou, pela primeira vez na história do país, a legislação eleitoral a estabelecer cota mínima de participação de mulheres candidatas em eleições proporcionais.
RITA CAMATA - deputada federal pelo Estado do Espírito Santo, é autora da lei da Licença Maternidade.
SOCORRO PRADO – A ex-primeira-dama (duas vezes) de Sobral (Ceará) foi secretária da Assistência Social da cidade, sua administração foi marcada pelo bom trabalho. Desenvolveu a função com garra, maestria e perseverança, dando esperança de um futuro melhor as classes menos favorecidas. Revolucionou a ação social.
MARINA SILVA – Ex-ministra do Meio Ambiente, sua luta política é marcada pela força da mulher na região norte, nos seringais. É senadora atualmente. É pré-candidata do Partido Verde à Presidência da República.
LUIZA ERUNDINA - ex-prefeita de São Paulo teve sua administração marcada pelo social. A primeira mulher a comandar a maior cidade da América Latina. Atualmente é deputada federal por São Paulo.
ROSEANA SARNEY - ex-governadora do Maranhão. Primeira mulher a comandar o governo do Estado. É senadora pelo Maranhão.
MARIA LUIZA FONTENELE - ex-prefeita de Fortaleza e ex-deputada federal. Primeira mulher a comandar a capital cearense e a primeira prefeita eleita prefeita pelo PT.
ANGELA AMIN - ex-prefeita de Florianópolis (SC) atual deputada federal.
HELOÍSA HELENA - ex-senadora – (AL) foi candidata a presidente em 2006. Atual vereadora em Macéio.
WILMA DE FARIA - governadora reeleita do Rio Grande do Norte. Primeira mulher a ocupar o executivo estadual.
YEDA CRUSIUS – ex-ministra do Planejamento do governo Itamar Franco. É governadora do Rio Grande do Sul. É a primeira mulher a comandar o Estado.
ANA JÚLIA CAREPPA - governadora eleita do Pará. É a primeira mulher a comandar o Estado.
BENEDITA DA SILVA - ex-vice-governadora do Rio de Janeiro, ex-governadora do Rio de Janeiro e ex-ministra da Ação Social no primeiro ano (2003) do governo Lula.
DÁRCY VERA – Prefeita de Ribeirão Preto, foi vereadora e deputada estadual mais votada do Estado de São Paulo.
PATRÍCIA SABOYA – Senadora (CE), quarta secretária da mesa-diretora do Senado Atua nas comissões que investiga a exploração infantil no Brasil.
LUIZIANNE LINS - Foi vereadora por duas legislatura, ex-deputada estadual e em 2008 foi reeleita prefeita de Fortaleza.
NATÁLIA FÉLIZ - prefeita de Tianguá (CE), eleita em 2008 a prefeita mais jovem do Brasil;
LUHANNA ÚRYA – vereadora de Orós (CE) e diretora executiva da UVC Mulher – União dos Vereadores e Câmaras do Ceará.
MICARLA DE SOUSA - ex-vice-prefeita de Natal, foi deputada estadual e atual prefeita de Natal (RN). A primeira prefeitura de uma capital conquistada pelo Partido Verde.
MARISA SERRANO - ex-vereadora de Campo Grande, foi deputada federal por duas legislatura e é a primeira mulher a ser eleita senadora (MS).
DILMA ROUSSEFF - ex-ministra de Minas e Energia e atual ministra-chefe da Casa Civil. Pré-candidata à Presidência da República.
DENISE FROSSARD - ex-deputada federal- Rio de Janeiro.
ROSINHA MATHEUS - ex-governadora do Estado do Rio de Janeiro.


Este texto foi retirado do blog "souchocolateenaodesisto.blogspot.com", escrito por Valério Sobral.

COMPARTILHAR
 

Adicionar comentário

É OBRIGATÓRIO O USO DE NOME E EMAIL VERDADEIRO!!
.
ATENÇÃO: COMENTÁRIOS POSTADOS COM EMAIL E NOMES FALSOS SERÃO VETADOS !!!!!!!
.
.
NÃO SERÃO PERMITIDAS OFENSAS PESSOAIS!


 








ACESSE O NOVO PORTAL JANGADAMT.COM.BR!!!

CLIQUE AQUI







Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner